Select Page

Causas e prevenção da cistite

Segundo a Wikipedia cistite é uma infecção do trato urinário, que acomete a bexiga e a uretra, normalmente causada pela instalação e proliferação da bactéria E. Coli que é naturalmente encontrada no intestino em nosso organismo, e é importante na digestão.A infecção do trato urinário (IU) constitui uma das principais causas de consulta na prática médica, só perdendo para as infecções respiratórias.
Por causa da anatomia da mulher, da uretra de menor tamanho que a do homem e mais próxima ao ânus, as mulheres são as que mais têm cistite. Mas pode acontecer também aos homens e crianças. Devido aos hormônios, aumentam as chances de a  mulher desenvolver infecção urinária na gravidez, assim como mulheres na menopousa, também pelo fator hormonal. Mulheres sexualmente ativas também aumentam a chance de desenvolver cistite.

Existem cistites não infecciosas, de causa inflamatória.As cistites infecciosas são causadas por fatores anatômicos predisponentes, por fatores constitucionais e genéticos, por instrumentação do aparelho urinário (uso de sondas uretrais), por cirurgias sobre o aparelho urinário, por doenças do aparelho urinário (“pedras”), pela atividade sexual, pela presença de corrimento vaginal.

Os sintomas da cistite mais comuns são ardor ao urinar, vontade de fazer xixi várias vezes, urina turva e com odor forte. Pode ainda acontecer sangue na urina e febre, em casos mais agudos. O histórico do quadro é importante mas um exame laboratorial deve ser feito para confirmar o tipo de cistite.

Uma vez diagnosticado uma cistite infecciosa, deve-se procurar a sua causa. Exames de imagem (radiografias do aparelho urinário, ecografias) e cistoscopia devem ser solicitados conforme o caso. A abordagem diagnóstica varia conforme a idade e o sexo do paciente. O mesmo vale para as cistites não infecciosas. Se uma causa for encontrada, essa deverá ser eliminada (por exemplo, um cálculo renal).
A cistite  pode ser causada por várias razões. A higiene é geralmente a causa mais comum de infecção, mas pode também ser o resultado do aumento da actividade sexual, sendo também comum nas mulheres grávidas. As causas menos comuns incluem mulheres com cateteres, doenças sexualmente transmissíveis e certos parasitas.

Como prevenção recomenda-se beber bastante água, não segurar  o xixi e garantir que a bexiga se esvazie completamente. A higiene da região íntima também é fator de prevenção da cistite, assim como fazer xixi logo após o ato sexual.  Evitar roupas íntimas muito justas ou que retenham calor e umidade também ajuda a prevenir cistite.

causas-e-sintomas-da-cistite-infeccao-urinaria

Share This